2 de mai de 2010

CRIMES IRREPARÁVEIS







































PEDOFILIA E EXTORSÃO


EXTORÇÃO OU PEDOFILIA?


OUÇA GRAVAÇÕES DA NEGOCIAÇÃO ENTRE EX-COROINHAS E ADVOGADO DO MONSENHOR 






Uma gravação que nem a CPI da Pedofilia ouviu confirma as acusações do advogado Daniel Fernandes de que os ex-coroinhas Flavio e Fabiano tentaram pedir dinheiro aos padres para não apresentarem o vídeo onde Fabiano é mostrado fazendo sexo oral com o Monsenhor Luiz Barbosa.
O Cadaminuto está com os quase 40 minutos de conversa entre o advogado Daniel Fernandes e os dois ex-coroinhas.
E agora estamos veiculando a gravação na qual textualmente os dois pedem R$ 500 mil para não mostrar o vídeo.



GRAVAÇÃO

Na conversa Daniel Fernandes pergunta o que os coroinhas querem, e eles dizem que querem uma ajuda, pois foram abusados pelo padre.

> "Estamos aqui para saber o que vocês têm a dizer né, fomos abusados, mas se vocês não quiserem resolver a situação entraremos na Justiça e tema Mídia também que pode estar do nosso lado né" explicou os coroinhas na gravação.
Flavio e Fabiano dizem ainda que além da primeira gravação existe uma outra que ainda não foi mostrada.
"Eu lhe pergunto quanto é que vale um escândalo deste" explicou os ex- coroinhas.
Ao serem alertados pelo advogado das implicações legais da proposta eles dizem que estão muito bem informados sobre isto.
Ainda na gravação os coroinhas explicam como fizeram a gravação, eles dizem que os vizinhos sabiam de tudo.
Flávio disse ainda que o Fabiano estava farto de ser abusado e tinha avisado a família.
"O Fabiano chegou a correr depois de um dia em que foi abusado e avisar a uma pessoa que era vizinha do Monsenhor Luiz Marques, esta pessoa disse que era para ele deixar para lá" explicou Flávio.
Os coroinhas explicam que foram obrigados a fazer sexo com o padre.
Flávio diz que entrou pela porta da frente e que não combinou com Fabiano a gravação.
As revelações são fortes e os coroinhas dizem que um ex-coroinha se afastou da Diocese por estar com Aids e que a Diocese deu as costas para ele.
"A casa do Monsenhor Luiz Barbosa está servindo como motel e todos em Arapiraca sabem disto".
O advogado pede que os ex-coroinhas tenham cuidado com o que for fazer.
Daniel Fernandes disse ainda na conversa que dois tios de Fabiano ameaçaram os padres.
Daniel Fernnades pergunta quanto é necessário para que o vídeo não fosse mostrado e eles enfim falam em dinheiro.
Flávio disse ainda que sete pessoas sabiam da gravação e que com este dinheiro eles resolveriam sua vida. Neste momento Fabiano fala do interesse de uma Emissora (O SBT) na reportagem.
Os ex-coroinhas dizem ainda na gravação que os padres não são homosexuais e sim pedófilos.
Eles dizem ainda que uma mulher estava rezando dia e noite para que isto seja resolvido,mas que ela estaria disposta a ir a mídia caso isto não se resolvesse.
Ainda na gravação três advogados e ex-coroinhas falam diretamente em valores, Flávio diz que a gravação vai ter um efeito dominó e que todos os escândalos da Diocese virão a tona.
A proposta inicial que era de R$ 5 milhões baixa para R$ 1 milhão e chega a R$ 500 mil.
É neste momento que o advogado Daniel Fernandes explica que eles deveriam formalizar esta denúncia para o próprio Bispo.
Na conversa eles revelam que o advogado entrou no caso após o Cônego Everaldo de Maceió ter sabido do vídeo e comunicado a Diocese.
O ex-coroinhas voltam a falar sobre o caso do ex-coroinha que pegou Aids.
O advogado pergunta se o garoto pegou Aids na Diocese e eles dizem que não.
O advogado tenta dizer ainda que não existe menor envolvido, e que houve uma tentativa de extorsão e tenta diferenciar a pessoa do Monsenhor Luiz Barbosa do padre.
"Se a idéia de vocês é detonar, ninguém vai poder detonar...
Agora eu pergunto, uma pessoa de 14 ou 15 anos não sabem se livrar de um certo assédio...
O que vocês querem mesmo é dinheiro" disse o advogado.
É neste momento que os ex-coroinhas falam do patrimônio do padre e mostram conhecimento do valor de cada imóvel.
 "Se vocês acham que o monsenhor é uma pessoa realmente má, não é este dinheiro que vai reparar vocês" explicou o advogado.
Os ex-coroinhas dizem que pararam a vida deles após os abusos, enquanto o advogado tenta argumentar para diminuir o valor pedido, que era então de R$ 1 milhão.
No final da gravação começa a falar em dinheiro especificamente, e o advogado pede para eles fazerem uma contra-proposta.
"Eu posso falar em nome de todos, estou autorizado para isto, que R$ 500 mil, nunca mais isto aqui (o vídeo) não virá à tona" explicou o Flávio.
Daniel Fernandes perguntou se este valor repararia todo o dano, e eles dizem que sim.
É nesta parte que os ex-coroinhas dizem que existe uma cópia da gravação com o Bispo Dom Valério Breda.
Eles falam ainda das garantias do acordo.
No final da conversa o ex-coroinhas fazem um ultimato,
"É R$ 500 mil digam se é sim ou não", então o advogado finaliza.
"Em minha opinião a resposta é não"



OUÇA AQUI A GRAVAÇÃO NA ÍNTEGRA
\/



http://www.cadaminuto.com.br/index.php/cmtv/exibir/id/178/v/ouca-a-negociacao-entre-os-advogados-dos-padres-e-os-excoroinhas-sobre-o-video-de-sexo


FONTE
\/
http://santanadoipanema.blogspot.com/2010/04/pedofilia-e-extorsao.html