26 de fev de 2011

PHAM THI KIM PÚCH

Ñ SE TRATA DO COMBATE AO  CRIME D PEDOFILIA COMO É O PROPOSTO EM NOSSO BLOG; MAS SIM SOMENTE UMA PEQUENA HOMENAGEM Á UMA FIGURA D UM SER HUMANO SOFRIDO PELA GUERRA, UMA CRIANÇA .... Q  VENCEU A DOR NA ALMA E NO CORPO! 


PHAM THI KIM PÚCH 




QUEM Ñ SE  LEMBRA DESTA IMAGEM?


OU DESTA?


SÃO IMAGENS CHOCANTES ...

MAS ONDE ESTARÁ NOSSA HEROÍNA PHAM THI KIM PÚCH??


8 de Junho de 1972.

Fuga de Trảng Bàng, fotografia de Nick Ut


Phan Thanh Tam (irmão de Kim Phúc, 12 anos), Phan Thanh Phuoc (irmão mais novo, 5 anos), Phan Thị Kim Phúc (9 anos), Ho Van Bo e Ho Thi Ting (primos de Kim).



Um avião dos Estados Unidos bombardeia com Napalm a população de Trang Bang. 
Lá encontrava-se Kim Puch com a sua familia. 


Com a sua roupa em chamas a pequena de nove anos corre para fora do povoamento. 


Nesse momento, quando as suas roupas já haviam sido consumidas, o fotgrafo Nick registou esta famosa imagem. 














Quando Nick Ut registou o momento em que a pequena Kim Phúc fugia da chuva de napalm, outros fotógrafos e operadores de câmara fixaram no local a memória do pavor. 

O enquadramento inicial não incluía a totalidade dos elementos presentes nesta fotografia.








Logo de seguida, Nick levou a menina ao hospital. Pernaneceu lá 14 mêses e foi submetida a 17 operações de enxertos de pele.





Qualquer pessoa que veja esta fotografia pode ver a profundidade do sofrimento, a desesperança, a dor humana da guera, especialmente para as crianças.


Para milhões de pessoas que viram essa imagem, a moça na foto permaneceria para sempre sem nome - não mais do que simbólica inocente, arruinada pelas atrocidades da guerra. 

A maioria das pessoas não saber se ela sobreviveu, ou se ela faleceu momentos após o clique do obturador.Seu futuro, se ela tivesse um em tudo, era obrigada a ser desagradável.


A realidade da situação pode vir como uma surpresa: 

A menina, o jovem aterrorizado naquela foto, Phan Ti Kim Phuc, agora é uma mulher de 45 anos de idade. 

Ela é uma esposa e mãe, e agora é um cidadão canadense. 

O mais surpreendente de tudo, porém, é o fato de que ela tem dedicado sua vida para se tornar um embaixador pela paz, e criou uma organização sem fins lucrativos chamada KIM International Foundation, que se dedica a ajudar crianças que foram traumatizadas pela guerra para curar, fornecendo serviços médicos e sociais para apoiar a sua recuperação.



Hoje em dia Pham Thi Kim Puch, a pequena da fotografia está casada e com dois filhos,  reside no Canadá. 

Preside a fundação com o  seu nome Kim Puch, dedicada a ajudar as crianças vitimas de guerra e é ainda embaixadora da UNESCO. 


Kim Phuc, a menina vietnamita que é vista em uma foto icônica fugindo nua de um ataque a bomba durante a Guerra no Vietnã, reencontrou-se pela primeira vez com Christopher Wain, o correspondente de guerra que ajudou a salvar sua vida há 38 anos. 

O último encontro dos dois tinha sido em 1972, quando o jornalista, na época correspondente da rede de televisão britânica ITN, foi visitar Phuc no hospital. 


Ela estava deitada em uma cama, com queimaduras de primeiro grau cobrindo mais de 50% do seu corpo. As queimaduras foram provocadas por uma bomba lançada sobre o vilarejo...



Nenhum comentário: